“Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”: Formação diocesana sobre a CF 2020

RDC Santo Amaro
Por RDC Santo Amaro fevereiro 17, 2020 15:34 Atualizado

Destaque_CF2020_2

“É preciso que todos tenham fé e esperança em um futuro melhor. O essencial é confiar em Deus. O amor constrói e solidifica”, dizia Santa Dulce dos Pobres. Inspirados inicialmente por frases da santa brasileira, ocorreu no dia 15 de fevereiro, no Auditório da Cúria Diocesana de Santo Amaro, uma manhã de formação sobre a Campanha da Fraternidade de 2020, com o tema “Vida, Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). O tradicional encontro anual é um primeiro passo no desafio quaresmal da CF, que busca, como reitera o Papa Francisco, fazer todos os católicos saírem da globalização da indiferença para assumirem a revolução do cuidado.

Em um primeiro momento, apresentou-se a temática bíblica do samaritano, que leva todos a se indagar sobre quem está à margem da sociedade hoje e é um próximo em potencial (desde pessoas que sofrem por diversos transtornos até desempregados) e os que precisam ser defendidos acima de tudo (os nascituros, por exemplo). Falou-se ainda sobre as éticas que movem os personagens da parábola  (o ladrão, as pessoas que mudam de rota para não ajudar o homem caído e o samaritano, paradigma de Cristo) e como a temática deste ano nos aproxima do trabalho social da Igreja, notadamente feito pelas pastorais.

Partindo desse ponto, o Padre Márcio Aquilino Miquelon, coordenador diocesano da Campanha da Fraternidade, trabalhou a questão de como tornar esses trabalhos sustentáveis no decorrer do tempo e a espiritualidade que deve mover os agentes de pastoral. Lembrando as várias faces da fragilidade humana já trabalhadas em nossa diocese (desde as ruas até os quartos de hospitais), ele destacou que toda a ação cristã, social e missionária, se encarna em nossas paróquias e por elas passa. Por fim, reiterou a necessidade de mais pessoas saberem como contribuir financeiramente com as diversas empreitadas existentes em Santo Amaro, incluindo as nove organizações não governamentais devidamente regularizadas.

Após um breve intervalo, o Padre Lício de Araujo Vale, do clero de São Miguel Paulista e membro da Associação Brasileira de Estudos de Prevenção do Suicídio (ABEPS), apresentou informações sobre como identificar, prevenir e cuidar casos de transtorno mental e (principalmente) suicídio, ressaltando que 40 pessoas se matam por dia no mundo. Ele propôs soluções paroquiais e propostas públicas para acolher possíveis vítimas e aliviar dores e sofrimentos, com base em exemplos práticos. É preciso, ressaltou, ter um olhar mais atencioso – e cuidadoso, como nos expõe a CF 2020 – para ver os sinais de risco, notadamente no público entre 15 e 35 anos (onde o suicídio já é a segunda causa de mortes, perdendo apenas para a violência). O encontro, que contou ainda com a presença do coordenador diocesano de Pastoral, padre Flaviano Walger Schulz, foi encerrado com a bênção dos sacerdotes.

LANÇAMENTO DA CF 2020

O lançamento oficial da Campanha da Fraternidade de 2020 ocorre no dia 28 de fevereiro, às 20 horas, como parte da Abertura do Ano Pastoral da Diocese de Santo Amaro, que destacará Eucaristia e Missão. A missa na Paróquia Nossa Senhora da Esperança (Rua Nossa Senhora de Nazaré, 101, Cidade Dutra) será presidida pelo bispo diocesano, Dom José Negri-PIME e concelebrada por todo o clero.

 

Colaboração: Claudio Vieira / Fotos: Pe. Flaviano Walger

Confira alguns momentos:

RDC Santo Amaro
Por RDC Santo Amaro fevereiro 17, 2020 15:34 Atualizado

Encontre-nos no Facebook